O Desastre de Tânger (1437)

A ePainel dos Cavaleirospopeia portuguesa das Descobertas não conheceu apenas episódios maravilhosos e com finais gloriosos a favor dos portugueses. Um dos episódios que passou á história como dos maiores fiascos das pretensões portuguesas em conquistar o Alengarve (O Al Gharb de África – Marrocos) foi a malograda expedição de conquistar a poderosa cidade de Tânger em 1437, liderada pessoalmente desde o princípio pelo Infante D. Henrique. Acabou mal a história ainda antes de começar, e põe em causa a imagem criada pela propaganda do Estado Novo  como o Infante D. Henrique como sendo o único e grande mentor pela nossa “Gesta marítima” dos Descobrimentos. Ideia essa que ainda sobreviveu umas boas décadas após o 25 de Abril e só foi revista nos manuais de História recentemente.

Encontrei um artigo na Wikipédia em inglês bastante completo sobre os eventos de Tânger em 1437, que contam a história real em redor da personalidade ávida do Infante e duque de Viseu, na base de uma mentalidade feudo-medieval sedenta de conquistas, terras e cruzadas.

Não cedi à tentação de traduzir o artigo na sua completude para o idioma de Camões. Não sendo historiador de formação, deixo aqui o link para a minha colaboração pessoal, que relata a verdadeira história por detrás da lenda do Infante Santo. Espero que a minha tradução não deixe gente de boca aberta por algumas gralhas gritantes que surjam na tradução.

Links:

 

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s