Monthly Archives: Janeiro 2017

Climate change denial is not new

What is going to happen to Science in the USA with the new Trump Administration is not completely new: its neighbour nation to the north, Canada, had an almost complete decade of restrictions legislated by its former primer minister Stephen Harper that included restrictions of communications of top scientists to the press and also thrashing of entire scientific libraries. Canada was also the first country to leave the Kioto Conference resolutions, being at the start one of the first countries to support it.

It appears that Trump possibly will support only scientists and projects that will support his claims of no scientific evidence supporting the climate change.

Source: Harper’s attack on science: No science, no evidence, no truth, no democracy – Academic Matters

Encontrado o mais antigo registo de um cancro num hominídeo, com idade de quase 2 milhões de anos

Quem diria que o cancro nos acompanha praticamente desde a alvorada dos tempos ? Assim parece revelar esta proeminência encontrada num osso do pé que pertence a um Austrolopiteco que viveu em África há 1 700 000 anos. Supostamente terá sido um indivíduo, é o que diz artigo publicado na Science, abaixo referenciado.

Source: Cancer on a Paleo-diet? Ask someone who lived 1.7 million years ago | Scienmag: Latest Science and Health News

Os gurus da Yoga já por aqui andavam no tempo dos romanos

 

É pelo menos o que parece indicar um esqueleto que foi encontrado em Beja com data do séc. III D.C. O que chamou a atenção dos investigadores foi o facto de o mesmo se encontrar na posição de lótus.

Source: Antes, muito antes de sonharmos com a Índia, um mestre yoga chegou a Beja. A pé – PÚBLICO

//

Há 63 anos, no Algarve, foi assim…

A neve substitui o branco das Amendoeiras inesperadamente num dia de Fevereiro… quando temperaturas caíram quase para baixo de zero em todo o país e a neve caiu como se o Algarve estivesse no norte da Europa !

http://www.sulinformacao.pt/2014/02/o-algarve-cobriu-se-de-neve-ha-60-anos/

Mr. reporter, don’t be rude!

Trump inaugura um novo estilo mesmo nas conferências de imprensa. Está  visto que só vai querer responder às orgãos de comunicação social que dão as notícias da forma que quer e como quer: não sei consegue fazer uma pergunta que pareça imparcial sem que Trump reaja como sendo um ataque pessoal. Para além de não querer dissociar-se da figura de homem de negócios, também, pelos vistos, não vai conseguir-se dissociar da pessoa que é do Presidente que já está a ser ainda antes mesmo de tomar posse.

Donald Trump admite que houve ataques informáticos

A conferência de imprensa de Trump em sete frases

 

 

“Zeus” (2016)

Este filme português realizado por Paulo Filipe Monteiro retrata os últimos momentos da presidência de Manuel Teixeira, escritor, diplomata e viajante, ilustre algarvio e natural de Portimão.
Relata o momento rocambolesco em que, inesperadamente, num país à beira do abismo (1925), o presidente decide renunciar ao mandato e embarcar no primeiro barco a zarpar de Lisboa, por acaso um cargueiro holandês com o nome do supremo deus do panteão grego com destino a Tunes, no Norte de África.
A atitude de Manuel Teixeira Gomes de abandonar o Palácio de Belém ainda é hoje deveras inédita e marca os momentos desesperantes de um regime político em extinção – o golpe do 28 de Maio no ano seguinte terminará definitivamente com ele – marcando ainda a personalidade deste algarvio que sempre foi relutante em exercer o cargo, cruzando momento desesperantes da sua vida pessoal enquanto presidente com outras ocasiões marcantes da sua vida que se reflectiram na sua obra de ficção.

Autor de diversas obras, incluindo algumas de carácter marcadamente erótico, Manuel Teixeira Gomes nasceu numa família abastada da então chamada Vila Nova de Portimão, na juventude conheceu uma vida boémia, foi homem de negócios e mais tarde diplomata em diversos países europeus.