Brasão do Reino do Algarve (1666)

Foi a parir deste escudo de armas, elaborado em 1666 que descendem os brasões de quase todos os municípios do Algarve.

Coincidências !?

Precisamente uns dias depois da confusão toda relacionada com o isolamento do Qatar por este ter expressado opiniões diferentes relativamente às relações com o Irão  relativamente às outras nações do Golfo, o Estado Islâmico provoca atentados na capital do Irão. Demasiada coincidência !? Só falta perceber quando a Arábia Saudita pedir acesso à bomba nuclear para se defender da ameaça iraniana (com Israel pelo meio…) o que acontece depois.

 

E se… não tivesse ocorrido terramoto !?

terreiro_do_pac3a7o_em_1662

Esta pintura do artista holandês Dirk Stoop é um magnífico postal ilustrado de como era o Terreiro do Paço antes do grande terremoto. Ao fundo vemos o Paço da Ribeira, residência da família real em Lisboa. Se não tivesse ocorrido terremoto não teríamos Avenida da Ribeira das Naus e teríamos provavelmente o Conselho de Ministros a reunir-se no alto daquela torre cimeira a estender-se para o Tejo. O Bairro Alto espreita de lá de cima por detrás do grande paço real. Três cavaleiros posam para o quadro e ao fundo à direita vemos soldados alinhados que parecem estar em treino de tiro. Não esqueçamos que estávamos em plena guerra da restauração! Crianças brincam com um cão em primeiro plano e parecem dizer adeus ao nobre que vai dentro do coche vigiado por um séquito de pelo menos uns vinte soldados que vão á frente. Será algum embaixador de alguma nação europeia que se prepara para a viagem de regresso !? Provavelmente o seu barco não partirá do primitivo Cais das Colunas mais do antigo Cais do Sodré. A rua pode ser insegura porque poderia haver espiões castelhanos à beira de uma oportunidade para o assassinarem ! Provavelmente uma aliança necessária que pode mudar o destino da guerra da restauração que já dura há mais de 20 anos. Os três cavaleiros poderiam ser os três mosqueteiros portugueses, se eles empunhassem semelhantes armas, afinal estamos na época para quando Alexandre Dumas situou a acção da sua obra fundamental.  Finalmente, no primeiríssimo plano um jovem acompanhado de um africano olham para a “câmara” da objectiva do pintor. Por ser na época que é diríamos que provavelmente o africano poderia ser um escravo, mas ele vem bem vestido para o que seria suposto ser as vestimentas de quem está forçado a trabalhos pesados.  No centro da praça ainda não está o D. José montado a cavalo, afinal só dali a cem anos se vai dar o terremoto mas está lá algo mais prático para a vida dos lisboetas da altura: uma fonte pública aonde os lisboetas mais necessitados enchem os seus cântaros do obrigatório líquido essencial. Qual a será a divindade pagã que encima a dita fonte!? Será Neptuno !? Mais histórias se poderiam decalcar desta cena !
Como seriam hoje os roteiros turísticos no Terreiro do Paço se estes edifícios tivessem subsistido até à actualidade !?

 

Climate change denial is not new

What is going to happen to Science in the USA with the new Trump Administration is not completely new: its neighbour nation to the north, Canada, had an almost complete decade of restrictions legislated by its former primer minister Stephen Harper that included restrictions of communications of top scientists to the press and also thrashing of entire scientific libraries. Canada was also the first country to leave the Kioto Conference resolutions, being at the start one of the first countries to support it.

It appears that Trump possibly will support only scientists and projects that will support his claims of no scientific evidence supporting the climate change.

Source: Harper’s attack on science: No science, no evidence, no truth, no democracy – Academic Matters

Encontrado o mais antigo registo de um cancro num hominídeo, com idade de quase 2 milhões de anos

Quem diria que o cancro nos acompanha praticamente desde a alvorada dos tempos ? Assim parece revelar esta proeminência encontrada num osso do pé que pertence a um Austrolopiteco que viveu em África há 1 700 000 anos. Supostamente terá sido um indivíduo, é o que diz artigo publicado na Science, abaixo referenciado.

Source: Cancer on a Paleo-diet? Ask someone who lived 1.7 million years ago | Scienmag: Latest Science and Health News

Os gurus da Yoga já por aqui andavam no tempo dos romanos

 

É pelo menos o que parece indicar um esqueleto que foi encontrado em Beja com data do séc. III D.C. O que chamou a atenção dos investigadores foi o facto de o mesmo se encontrar na posição de lótus.

Source: Antes, muito antes de sonharmos com a Índia, um mestre yoga chegou a Beja. A pé – PÚBLICO

//

Há 63 anos, no Algarve, foi assim…

A neve substitui o branco das Amendoeiras inesperadamente num dia de Fevereiro… quando temperaturas caíram quase para baixo de zero em todo o país e a neve caiu como se o Algarve estivesse no norte da Europa !

http://www.sulinformacao.pt/2014/02/o-algarve-cobriu-se-de-neve-ha-60-anos/